Combatente inimigo será julgado por tribunais civis nos EUA - Mundo - iG" /

Combatente inimigo será julgado por tribunais civis nos EUA

Ali al-Marri, o único combatente inimigo detido em solo americano, deixou uma prisão militar de Charleston para ser entregue às autoridades federais nesta terça-feira e apresentado pela primeira vez ante um juiz federal, informou o departamento da Justiça.

AFP |

Ali al-Marri, de 43 anos, cidadão do Qatar e da Arábia Saudita, foi detido no final de 2001 e permanece desde então sem julgamento devido ao fato de que foi declarado "combatente inimigo" em 2003 pelo governo do então presidente George W. Bush. Deste modo, deixou de ser réu para ficar sob uma jurisdição militar por seus supostos vínculos com a Al-Qaeda.

O acusado estava detido há seis anos no centro militar de Charleston (Carolina do Sul).

A modificação do status de "combatente inimigo" para o de réu comum é produto de uma decisão do novo governo americano de Barack Obama, uma mudança fundamental em relação às determinações da administração Bush.

mlm-vmt/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG