JERUSALÉM - Em sua primeira visita a Israel, o presidente francês Nicolas Sarkozy disse que a paz entre israelenses e palestinos poderá ser conquistada em breve, falou duro contra o programa nuclear iraniano e fez um discurso histórico ao parlamento local. Mas ninguém pareceu notar.

Ao invés disso, a atenção israelense estava direcionada à glamourosa mulher de Sarkozy, a modelo-que-virou-cantora Carla Bruni-Sarkozy.


Carla Bruni-Sarkozy acompanha o marido em visita a Israel/AP

As primeiras páginas dos jornais dessa segunda-feira estão cobertas por imagens de uma sorridente Bruni-Sarkozy deixando seu marido nas sombras.

No jornal Haaretz, uma foto do rosto de Carla dominou a primeira página, com Sarkozy e o primeiro-ministro israelense Ehud Olmert ao fundo.

Outro jornal estampou sua imagem em página dupla junto com uma descrição de seu guarda-roupa, incluindo um vestido Prada de US$2.500 que ela usou em sua chegada ao país.


Capa do Haaretz desta segunda-feira / Reprodução

Leia mais sobre: Carla Bruni

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.