Bagdá, 17 jan (EFE).- Ali Hassan al-Majid, o Ali Químico, foi condenado hoje à morte pela Corte Suprema do Iraque por haver ordenado em 1988 um ataque com gás venenoso contra os curdos, informou a televisão iraquiana.

Trata-se da quarta condenação à morte que Majid recebe, ex-ministro da Defesa e primo de Saddam Hussein. EFE am/ma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.