O primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, afirmou neste domingo que a Rússia está no seu direito na Geórgia e acusou mais uma vez os europeus de atuarem somente para defender seus interesses próprios ou os dos Estados Unidos.

"Não importa o que os outros dizem. A verdade está do nosso lado. Nossa atuação é pautada pela ética e conforme ao direito internacional", sustentou o ex-presidente em declarações transmitidas pelo canal de TV Vesti-24 na véspera de uma cúpula extraordinária da União Européia (UE) dedicada à crise georgiana.

"Já disse que se alguns países europeus desejam defender os interesses de outras nações, que o façam, não podemos fazer nada contra isso", afirmou, acusando implicitamente os europeus de atuarem em benefício dos Estados Unidos.

cm/yw

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.