Quinze pistoleiros e um militar morreram quarta-feira em um tiroteio no estado de Guerrero, no sul do México, na véspera da visita ao país do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, informou o procurador local à AFP nesta quinta-feira.

Outro militar foi ferido durante o confronto, que envolveu cerca de 30 bandidos na localidade de San Nicolas del Oro, destacou o procurador de Guerrero, Eduardo Murueta.

O presidente americano é esperado hoje à tarde na Cidade do México, para sua primeira visita à América Latina como presidente. Obama deve confirmar seu apoio a seu colega mexicano Felipe Calderon na luta contra os cartéis de narcotraficantes.

A guerra travada pelos cartéis provocou a morte de mais de 5.300 pessoas no México em 2008. Mais de 1.950 já morreram somente nos três primeiros meses de 2009, segundo os números oficiais.

str/yw/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.