ISLAMABAD- Pelo menos 15 militantes de partidos políticos paquistaneses morreram em uma série de assassinatos registrados na cidade de Karachi, informou neste domingo uma fonte policial ao canal privado Geo.

As vítimas pertenciam a diversos partidos e a maioria foi alvo de assassinatos seletivos em até nove bairros de Karachi, segundo a fonte.

As forças de segurança estão investigando as mortes e aumentaram sua presença na cidade após os incidentes.

Em Karachi, são frequentes os conflitos por grupos criminosos entre a comunidade mohajir - que chegaram ao Paquistão da Índia após a partilha do subcontinente - e membros da etnia pashtun, que procedem do noroeste do país e somam 3 milhões na cidade portuária.

Os atentados terroristas não são tão frequentes, mas, em 28 de dezembro, um ataque suicida contra uma procissão xiita que celebrava a festividade sagrada da Ashura matou mais de 40 pessoas.

Leia mais sobre: Paquistão

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.