Quinze meninas agredidas com ácido no Afeganistão

Pelo menos 15 meninas ficaram feridas nesta quarta-feira, três delas com gravidade, depois que vários homens as agrediram com ácido na cidade de Kandahar, no sul do Afeganistão, informou o ministério da Educação afegão.

AFP |

Duas irmãs adolescentes ficaram gravemente feridas no ataque, segundo o hospital da cidade, que tem sido cenário de vários assassinatos e atentados com bomba de radicais do movimento islamita talibã.

"Íamos para o colégio quando dois homens em motocicletas pararam ao nosso lado. Um deles começou a jogar ácido no rosto de minha irmã. Tentei ajudá-la e jogaram no meu rosto também", contou Atefa de 16 anos.

Todas as meninas usavam burcas, sem as quais as mulheres são proibidas de sair às ruas no Afeganistão.

Atefa e sua irmã Shamisa, de 18 anos, tiveram queimaduras sérias no rosto.

"Não sei por que fizeram isso", declarou Atefa. "Kandahar não é um lugar seguro, mas não podemos ficar em casa. Queremos estudar. Precisamos da ajuda do governo", acrescentou.

O porta-voz do ministério da Educação, Hamed Elim, afirmou que os ataques ocorreram na estrada que leva ao Instituto de Meninas Mirawais Nika.

"Os indivíduos jogaram ácido no rosto das meninas com uma pistola de brinquedo", disse.

str-br/cn/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG