Quinhentas casas danificadas por tsunami após terremoto nas Ilhas Salomão

SYDNEY - Cerca de quinhentas casas foram danificadas por um tsunami causado pelo terremoto de 7,2 graus na escala Richter que sacudiu nesta segunda-feira as Ilhas Salomão, no Pacífico Sul, sem causar vítimas, indicaram fontes oficiais.

EFE |

O porta-voz do Escritório Nacional para a Gestão de Desastres, Julian Maka, informou que o tsunami alagou a principal aldeia da ilha de Rendova, oeste do país, habitada por aproximadamente 3.600 pessoas.

AFP
Casa destruída pelo tsunami que atingiu as Ilhas Salomão



Segundo disse a fonte à televisão neo-zelandesa, o tsunami também inundou parte da ilha vizinha de Tetepare, onde estão vários complexos turísticos.

A Unicef destacou que enviou a essas duas ilhas uma equipe de quatro pessoas, que vão examinar a situação e identificar as necessidades de seus habitantes.

"Serão necessários vários dias para conhecer os efeitos causados pelo tsunami, dado que as duas ilhas são muito remotas e o acesso é complicado", apontou Isiye Ndombi, representante do Unicef nas Ilhas Salomão.

O terremoto que provocou o tsunami foi seguido de duas réplicas, cada uma com 6,1 graus.

Em abril de 2007, um terremoto de 8,1 graus gerou um tsunami que causou a morte de cerca de 30 pessoas e arrasou boa parte de Gizo, no oeste do país.

As Ilhas Salomão estão sobre o chamado "Anel de Fogo do Pacífico", uma área de grande atividade sísmica e vulcânica que tem cerca de 7.000 tremores ao ano, a maioria moderados.

Leia mais sobre: tsunami

    Leia tudo sobre: austráliaterremototsunami

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG