Queda de prédio causa ao menos 3 mortes na Itália

Mortos são um jovem casal de 29 e 33 anos, cujos corpos abraçados foram retirados dos escombros, e uma mulher de 75 anos

EFE |

Ao menos três pessoas morreram e uma ficou ferida após a queda nesta madrugada de um prédio residencial na localidade de Afragola, no sul da Itália, ao que contribuiu, pelas primeiras informações, a infiltração de água devido às intensas chuvas das últimas horas.

AFP
Apenas uma menina de 10 anos, que havia ido passar a noite na casa da avó, foi resgatada com vida
Conforme os meios de comunicação italianos, os mortos são um jovem casal de 29 e 33 anos, cujos corpos abraçados foram retirados dos escombros pouco depois das 10h30 no horário local (5h30 de Brasília), assim como uma mulher de 75 anos, vizinha do prédio de dois andares que foi derrubado.

A única sobrevivente da tragédia é a neta da senhora, uma menina de 10 anos que havia ido passar a noite na casa da avó e cujo corpo foi resgatado com vida dos escombros às 14h no horário local (9h de Brasília), após permanecer 12 horas nos escombros.

A localização da menina entre os escombros, que foi protegida por uma bolsa de ar formada após o desmoronamento, foi feita em grande parte pelos vizinhos, entre as quais estavam pessoas que tiveram de abandonar suas casas na madrugada diante do risco de possíveis desmoronamentos na região.

Em princípio chegou-se a falar em sete desaparecidos. Nas últimas horas, no entanto, as autoridades italianas localizaram os três imigrantes do Marrocos e Gana que moravam no imóvel vizinho.

Um deles entrou em contato neste sábado com a Polícia e confirmou que haviam passado a noite em outro local.

Os bombeiros italianos trabalharam por mais de 12 horas, escavando com as mãos entre os escombros e com a ajuda de cachorros, para localizar os desaparecidos.

O desmoronamento, ocorrido por volta das 1h30 no horário local (20h30 de sexta-feira de Brasília), ocorreu devido à infiltração de água causada pelas chuvas que atingem a região desde ontem à noite.

Em comunicado de imprensa, o primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, transmitiu este sábado suas condolências aos familiares das vítimas.

    Leia tudo sobre: itáliaprédio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG