Queda de hidravião deixa 7 mortos no Canadá

Toronto (Canadá), 17 nov (EFE) - A queda de um hidravião em uma região remota do litoral do Pacífico do Canadá na noite de domingo causou a morte de sete ocupantes da aeronave, informaram hoje as autoridades desse país. Só um passageiro do aparelho, operado pela Pacific Coastal Airlines e que transportava trabalhadores com destino a um projeto energético em construção no vale Toba, sobreviveu ao impacto. As equipes de resgate da Agência da Segurança no Transporte (TSB), que conseguiram chegar hoje ao local do acidente, disseram que o sobrevivente, de 35 anos, pôde sair dos destroços da aeronave e que este explodiu pouco depois. Horas mais tarde foi resgatado em uma praia da ilha South Thormanby com queimaduras no rosto. A Polícia Montada canadense afirmou através de um comunicado que pesquisadores da Agência da Segurança no Transporte (TSB) do Canadá conseguiram chegar hoje aos destroços do hidravião e confirmaram que não há mais sobreviventes do acidente. O local onde o avião caiu é uma remota localidade no litoral da província de Columbia Britânica. As autoridades canadenses enviaram duas equipes de resgate para tentar chegar ao lugar por duas rotas distintas.

EFE |

O aparelho acidentado é um hidravião bimotores do modelo Grumman Goose.

Este é o segundo acidente em quatro meses da Pacific Coastal Airlines. Em agosto, outro aparelho da pequena companhia se precipitou na ilha de Vancouver matando cinco pessoas. EFE jcr/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG