Outras duas pessoas seguem desaparecidas. Estrutura minada pela água da chuva pode ter provocado acidente

Roma - Duas pessoas morreram e outras duas seguem desaparecidas após a queda de um edifício residencial na localidade italiana de Afragola, sul do país, em acidente causado, muito provavelmente, pelas fortes chuvas que caem na região nas últimas horas.

Segundo a imprensa italiana, os falecidos são um jovem casal, de 29 e 33 anos, cujos corpos abraçados foram resgatados por volta das 10h30 locais (5h30 de Brasília). Permanecem desaparecidas uma mulher de 75 anos, vizinha do edifício de três andares que caiu, e sua neta, uma menina de 10 anos que foi na casa da avó.

As autoridades italianas tentam ainda localizar três imigrantes, originários de Marrocos e Gana, também moradores do prédio, mas que poderiam não estar no local no momento do acidente, pois, segundo amigos, estariam de férias e teriam viajado.

Por enquanto, os bombeiros, que trabalharam durante toda a noite, seguem escavando com as mãos entre os escombros para encontrar as pessoas com a ajuda de cachorros.

A queda do edifício pode ter acontecido depois que a estrutura cedeu devido à infiltração de água das fortes chuvas que caem desde a noite de sexta-feira no centro e sul da Itália. O edifício, construído na década de 1930, tinha sido reformado recentemente, segundo a imprensa italiana.

* Com EFE

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.