Queda de caça deixa dois mortos e dois desaparecidos em San Diego

Duas pessoas morreram e duas estão desaparecidas após a queda de um caça sobre duas casas em um subúrbio de San Diego (Califórnia), informaram as autoridades locais, destacando que as vítimas estavam no solo.

AFP |

Os dois óbitos foram comunicados em uma entrevista coletiva pelas autoridades civis e militares de San Diego, 200 km ao sul de Los Angeles.

As vítimas estavam no interior de uma das casas destruídas pelo caça, disse o prefeito de San Diego, Jerry Sanders.

Outras duas pessoas permanecem desaparecidas, acrescentou Sanders.

Segundo Ian Gregor, porta-voz da Aviação Civil Americana (FAA), o piloto do avião, um F/A-18, ejetou-se quando o aparelho efetuava a aproximação antes de pousar no aeroporto da base militar de Miramar, pouco antes das 12h (18h de Brasília).

O avião caiu próximo a uma escola de um bairro residencial de San Diego, a grande cidade do sul da Califórnia, perto da fronteira mexicana.

O piloto, que fazia uma missão de treinamento, caiu de pára-quedas sobre uma árvore, perto do local do acidente, e foi hospitalizado. Segundo uma testemunha citada pela TV local KUSI e identificada como Steve Diamond, "ele saiu sozinho da árvore e está bem".

Diamond, um piloto militar da reserva, disse que ouviu do piloto acidentado que o avião tinha problemas técnicos.

O capitão Carl Redding, porta-voz dos Fuzileiros em Washington, confirmou que o aparelho pertencia aos Marines.

A base de Miramar é a mesma do filme "Top gun - Ases indomáveis", estrelado por Tom Cruise.

As TVs locais mostraram uma densa fumaça em meio a casas de um bairro residencial aparentemente muito povoado do subúrbio de University City, e bombeiros trabalhando em meio a escombros fumegantes.

Ainda de acordo com a Defesa Civil de San Diego, duas casas foram destruídas.

rcw/yw/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG