Queda de avião turístico mata ao menos sete no Peru

Ao menos sete pessoas, em sua maioria turistas, morreram nesta quinta-feira na queda de um avião na região das linhas de Nazca, no sul do Peru, informou a polícia. Segundo a agência de notícias peruana Andina, três vítimas eram chilenas e quatro peruanas. Uma delas era criança.

iG São Paulo |

O acidente ocorreu às 11h30 (13h30 no horário de Brasília). Segundo funcionários da torre de controle do aeroporto de Pisco, ouvidos pela agência EFE, o avião, um Cessna 206, estava voando há apenas 17 minutos. No momento do acidente, o piloto tentava fazer uma manobra para melhor visualização do ponto turístico.

As causas do acidente ainda são incertas mas, segundo os funcionários, as condições meteorológicas para voar eram boas. Testemunhas disseram à rádio local RPP que o avião ficou completamente destruído.

Segundo a EFE, os chilenos foram identificados como Matías Poblete, Gabriela Ortega Poblete e Alejandra Cienfuegos. Os peruanos são o piloto Sameli Chávarri e os passageiros Erika del Pilar Zúñiga, John Rojas Rodríguez e a menor D.R.Z., filha de Erika e John.

Turismo

O acidente pode prejudicar a indústria turística do país andino, depois do fechamento, no mês passado, da cidade de Machu Picchu. Na ocasião, intensas chuvas deixaram milhares de turistas ilhados.

Em abril de 2008, cinco turistas franceses morreram quando um avião caiu devido a uma falha mecânica também na região de Nazca.

As linhas de Nazca, a 400 quilômetros ao sul de Lima, são enormes desenhos visíveis apenas de certa altura e que seguem inalterados há milhares de anos, sobre uma área desértica de 500 quilômetros quadrados.

As linhas mais famosas, declaradas Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco em 1994, são as figuras de uma aranha, um beija-flor, um macaco e um homem, entre outras. Especialistas afirmam que as linhas foram desenhadas durante a cultura Nazca (200 a.C.-650 d.C.), antes da civilização inca.

Com Reuters e EFE

Leia mais sobre acidente aéreo

    Leia tudo sobre: acidente aéreoaviãoperu

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG