Queda de avião militar mata três em área residencial de San Diego

(atualiza número de mortos). Los Angeles (EUA.), 8 dez (EFE).

EFE |

- Um caça F-18 da Marinha dos Estados Unidos caiu hoje em um bairro residencial de San Diego, na Califórnia, matando ao menos três pessoas e destruindo duas casas, confirmaram as autoridades.

Uma porta-voz da Polícia disse que os grupos de resgate estavam procurando por uma quarta pessoa na região.

O piloto, que se comunicava com os controladores aéreos militares antes do incidente, conseguiu abandonar a aeronave antes da colisão, que ocorreu no bairro de University City.

"Quero transmitir minhas condolências às famílias dos mortos neste infeliz incidente e agradeço a colaboração das autoridades locais para minimizar o dano", disse o coronel dos Marines O'Connor, que assegurou que as causas serão profundamente investigadas.

O militar destacou que o piloto, que foi internado em um hospital e se encontra estável, informou à base aérea de que tinha problemas, mas as complicações não foram especificadas.

O acidente aconteceu às 11h59 (17h59 de Brasília) a duas milhas da base aérea e naval de Miramar do corpo dos Marines dos Estados Unidos, quando a aeronave, que participava de manobras, foi obrigada a tentar fazer um pouso de emergência em uma região povoada.

Unidades de bombeiros foram à área e continuam trabalhando para controlar o incêndio, que causou uma densa nuvem de fumaça visível na cidade.

O acidente causou pânico aos habitantes das casas próximas, que escutaram um forte barulho, e, em seguida, viram a fumaça e pouco depois foram alertados pelas forças da ordem da existência de produtos químicos tóxicos no ar.

Uma funcionária do centro de ensino médio do distrito afirmou que ouviu primeiro uma explosão e, a seguir, viu uma pessoa sair da aeronave com um pára-quedas antes que esta impactasse o solo.

A escola foi fechada com os estudantes no interior por motivos de segurança.

O caça fazia parte de um esquadrão de treino que partiu do porta-aviões USS Abraham Lincoln.

Ao perceber o problema, o piloto tentou se afastar das áreas povoadas antes de ter de abandonar a nave e saltar de pára-quedas.

O caça F18 é uma aeronave de guerra de dois lugares dos Marines capaz de superar a velocidade do som. EFE fmx/db/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG