Queda de avião em Utah deixa dez mortos

Washington, 23 ago (EFE) - Dez pessoas que faziam uma missão de serviços médicos morreram na queda do avião bimotor no qual estavam, que retornava ao aeroporto Canyonland Field no sul de Utah, informaram hoje as autoridades. O chefe de Polícia do Condado Grand, James Uusimaa, disse ao jornal The Salt Lake Tribune que não houve sobreviventes entre os nove membros de uma equipe médica de Cedar City e o piloto, identificado como David White. O avião estava totalmente envolvido em chamas quando as equipes de emergência chegaram ao lugar na sexta-feira, duas horas depois que a aeronave caiu cerca de 3,5 quilômetros do aeroporto, disse Uusimaa. As autoridades souberam do acidente quando receberam relatos sobre o fogo pouco antes do anoitecer, segundo o jornal. Entre as vítimas estão Lansing Ellsworth, diretor da Red Canyon, uma companhia de clínicas dermatológicas em três estados. Deane Leavitt, presidente do Leavitt Group, a empresa proprietária do avião, disse que White tinha voado na rota para Moab e outros locais muitas vezes. O avião, um Beechcraft King Air A-100, estava em boas condições técnicas de operação, acrescentou. Cumpriam uma missão de serviço, disse Leavitt. Ellsworth tinha aberto recentemente uma clínica dermatológica mensal em Moab.

EFE |

A companhia de Ellsworth oferece serviços de prevenção e tratamento do câncer em oito comunidades do sul e centro de Utah, e no norte do Arizona e Nevada. EFE jab/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG