A queda de um avião da Onu que fazia um vôo de rotina na fronteira entre o Haiti e a República Dominicana matou 11 pessoas nesta sexta-feira. Uma porta-voz da ONU disse que os militares a bordo da aeronave seriam uruguaios e jordanianos.

Michele Montas disse que esquipes de resgate tiveram que chegar ao montanhoso local do acidente à pé. A polícia afirmou que o avião estava próximo à cidade de Ganthier quando caiu.

Não foram encontrados sobreviventes.

As causas do acidente não estão claras e a ONU já abriu uma organização para apurar o ocorrido.

Cerca de nove mil soldados da missão de paz da entidade, liderada pelo Brasil, estão no Haiti desde 2004.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.