Queda da atividade reduz nível de alerta de vulcão colombiano

Bogotá, 3 jan (EFE).- O Observatório Vulcanológico do Instituto Colombiano de Geologia e Mineração (Ingeominas) mudou hoje de vermelho para laranja o nível de alerta do vulcão Galeras no departamento de Nariño, diante da queda da atividade, que ontem à noite registrou uma erupção.

EFE |

Um informativo extraordinário da entidade reduziu o nível que segundo os cientistas equivale a "erupção provável em questão de dias ou semanas".

Um acompanhamento do vulcão ressaltou que, apesar da atividade sísmica se manter em níveis baixos de ocorrência e de energia, houve um episódio ocorrido na madrugada, "associado aos processos de emissão de gases", segundo o centro científico.

Nesta manhã, as condições meteorológicas permitiram realizar um sobrevoo em um helicóptero da Força Aérea e foi possível observar "poucas emissões de gases, de cor branca, a partir da cratera principal e de sua parede ocidental, sem cheiro ou gases sulfurosos".

Na parte alta do vulcão, de 4.276 metros sobre o nível do mar, "foram observadas as marcas de vários incêndios que ocorreram na noite anterior".

Alguns deles localizados sobre as cabeceiras de algumas correntes seguem ainda acesos.

O Ingeominas advertiu que, apesar da ocorrência da erupção, "os níveis baixos de sismos e desgaseificação, evidenciam que o sistema continua mostrando fases de fechamento dos condutos que envolvem a acumulação de esforços que poderiam ajudar à ocorrência de novos eventos eruptivos explosivos".

Um pouco antes o governador de Nariño, Antonio Navarro Wolff, explicou aos jornalistas que o alerta se manteria por 12 horas para estabelecer a evolução do vulcão que no último ano registrou dez erupções.

Um comunicado do Comitê Andino de Prevenção e Atenção aos Desastres apontou o registro de queda de cinza nos municípios de Consacá, Zandoná, Ancuya, Linares, Samaniego, Santacruz Guachavez, e La Llanada, na área de influência.

Na área de influência do vulcão vivem 8 mil pessoas e a cidade importante mais próxima é San Juan de Pasto, capital de Nariño, de 400 mil habitantes e que nestes dias comemora o carnaval. EFE rrm/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG