Quatro soldados britânicos são mortos no Afeganistão

Londres, 8 mai (EFE).- Quatro soldados britânicos morreram em apenas um dia no Afeganistão, aumentando para 157 o número de militares do Reino Unido mortos no país asiático desde o início das operações militares, em 2001, para derrubar os talibãs.

EFE |

O Ministério da Defesa britânico informou hoje que os soldados morreram na quinta-feira em incidentes separados na província de Helmand (sul), onde se encontra a maior parte do contingente do país.

Trata-se do dia com mais baixas nas forças britânicas no Afeganistão desde 17 de junho de 2008, quando morreram outros quatros soldados.

O primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, ofereceu no mês passado na Otan o envio de mais tropas ao Afeganistão, como reforço para a manutenção da segurança nas eleições presidenciais de 20 de agosto.

Brown anunciou em dezembro uma revisão da política em relação ao Afeganistão, e pediu aos países aliados que dividam a responsabilidade que implica estar na primeira linha.

A nova política, explicou o líder trabalhista, "leva em conta a necessidade de complementar a ação militar e o reforço da proteção" na fronteira com o Paquistão, com a necessidade de que haja "uma responsabilidade compartilhada entre os aliados".

O Reino Unido, que desde o fim de 2008 tem mais de oito mil no Afeganistão, insiste em que deve haver uma repartição das responsabilidades mais justa entre os aliados. EFE fpb/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG