Bagdá, 30 ago (EFE).- Quatro pessoas de uma mesma família morreram e outras sete ficaram feridas em ataques e atentados ocorridos nas últimas 24 horas em diversas áreas do Iraque, informaram hoje fontes do Ministério do Interior iraquiano.

Segundo as fontes, um casal e seus dois filhos morreram no final da noite da sexta-feira em um ataque contra sua casa, na aldeia de Al-Wazbat, ao sul de Baquba, capital da província de Diyala.

As fontes não descartaram que a causa do ataque seja a recente incorporação do chefe de família à milícia sunita Conselhos de Salvação, que ajuda as forças iraquianas e americanas em sua luta contra a rede terrorista Al Qaeda.

Além disso, dois soldados iraquianos ficaram gravemente feridos hoje devido à explosão de uma bomba na passagem de uma patrulha militar, no bairro de Al Mansur, no oeste de Bagdá.

Um atentado semelhante contra um carro civil deixou dois ocupantes do veículo feridos em uma área próxima a esse bairro, disseram as fontes.

Além disso, três motoristas ficaram feridos devido à detonação de uma bomba na passagem de uma caravana de caminhões-pipa turcos com petróleo, no norte de Mossul, cerca de 440 quilômetros ao norte de Bagdá.

O Exército americano informou em comunicado que as forças da coalizão, liderada pelos EUA, detiveram hoje 26 suspeitos de envolvimento em ações terroristas em diversas zonas de Bagdá e do norte do país.

Os supostos extremistas são acusados de colaborar ou pertencer a rede de terroristas da Al Qaeda e de estar envolvidos em ataques contra as forças iraquianas e americanas. EFE am/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.