Quatro pacientes de gripe recebem alta em Cuba

Havana, 25 mai (EFE).- Os quatro casos confirmados oficialmente de gripe suína em Cuba, uma criança canadense e três estudantes mexicanos, já receberam alta hospitalar, informou hoje o jornal oficial Granma.

EFE |

"A criança canadense de 14 meses que, depois de chegar a Cuba com seus pais procedente de Toronto, foi confirmada como o quarto caso da gripe no país teve uma evolução clínica 'muito propícia' e recebeu alta hospitalar", afirma o jornal.

Fontes do Ministério da Saúde cubano disseram que os pais e outras pessoas que tiveram contato com o bebê se submeteram a medidas de controle epidemiológico, incluindo a administração de antivirais, e todos deram "diagnóstico negativo", acrescenta o "Granma".

Antes, receberam alta três jovens mexicanos que estudam na ilha, os primeiros a terem confirmação da gripe suína, no início de maio.

As autoridades cubanas mantêm um estrito controle em portos e aeroportos, diante da extensão da epidemia da gripe suína por mais de 40 países, com quase 12 mil casos confirmados e cerca de 100 mortos.

Cuba suspendeu no final de abril os voos regulares com o México, mas os mantém com outros países afetados.

O ex-presidente cubano Fidel Castro acusou em vários artigos o Governo mexicano de ter escondido a epidemia antes da visita do líder americano, Barack Obama, o que foi negado pelas autoridades do México.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE am/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG