Dois mísseis disparados supostamente por um avião espião sem tripulação americano destruíram nesta quinta-feira uma residência na zona tribal paquistanesa próxima do Afeganistão e mataram pelo menos quatro pessoas. A área é refúgio dos talebans e da rede terrorista Al-Qaeda.

"Dois mísseis foram disparados e destruíram completamente a casa. As primeiras informações confirmam quatro mortos", disse à AFP uma fonte dos serviços de segurança que pediu anonimato depois do ataque na região do Waziristão Sul.

Testemunhas citados pela rede de televisão "Dawn" atribuem a aviões americanos não pilotados.

De acordo com tais testemunhos, foram disparados três projéteis aparentemente procedentes de aparatos não pilotados das tropas americanas destacadas no Afeganistão.

O ataque, lançado contra uma área de difícil acesso, não foi confirmado por fontes oficiais.

Segundo os meios de imprensa paquistanesas, se trata da primeira vez que uma operação desta natureza tem como objetivo um membro da tribo Mehsud, à qual pertence o principal líder do grupo fundamentalista islâmico radical talibã paquistanês, Baitula Mehsud.

Leia mais sobre ataque - Paquistão


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.