Quatro manifestantes estrangeiros pró-Tibete são detidos em Pequim

Quatro ativistas estrangeiros pró-Tibete foram presos na noite desta quarta-feira perto do estádio nacional de Pequim, após terem hasteado uma bandeira tibetana e pedir a libertação da região himalaia, anunciou nesta quinta-feira a organização Estudantes para um Tibete Livre.

AFP |

O grupo foi levado em um veículo policial pouco depois da meia-noite, quando três manifestantes exibiram a bandeira e gritaram "Tibete livre", relatou a organização em um comunicado.

A breve manifestação do grupo, formado por um alemão de origem tibetana, dois americanos e um britânico, é a oitava deste tipo em Pequim desde o começo desta edição dos Jogos Olímpicos.

Cerca de 50 policiais vestidos à paisana vigiavam de perto os quatro ativistas, segundo a ONG.

"O governo chinês está petrificado com estes gestos pacíficos de desafio, principalmente porque representam o que os tibetanos que vivem no Tibete sentem de verdade", afirmou Tenzin Dorjee, diretor adjunto da entidade.

A polícia chinesa, consultada pela AFP, não quis fazer comentários sobre o episódio.

ph/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG