Quatro iranianos declarados culpados de assassinato e estupro foram enforcados em Chiraz, no sul do Irã, informou neste sábado o jornal Etemad.

Um deles, identificado unicamente como Abolhassan, foi condenado à morte por ter assassinado seu primo há 27 anos, segundo Etemad.

Os outros três iranianos, cujos nomes não foram revelados, eram dois assassinos e um homem declarado culpado de estuprar duas adolescentes, acrescentou o jornal.

Desde inícios do ano, 65 pessoas foram executadas no Irã.

hif/lm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.