Quatro guerrilheiros mortos em operação especial no Daguestão

Moscou, 12 set (EFE).- Quatro guerrilheiros morreram hoje durante uma operação especial no Daguestão, informou uma fonte do Serviço Federal de Segurança (FSB) nessa república russa vizinha da Chechênia.

EFE |

Forças especiais bloquearam de madrugada a casa na qual se encontrava um grupo de rebeldes, na aldeia de Tarnair, nos arredores da capital do Daguestão, Mahatchkala.

Os guerrilheiros abriram fogo contra os agentes, que responderam ao ataque e mataram a quatro rebeldes.

Segundo explicou a fonte à agência oficial "Itar-Tass", os guerrilheiros, implicados em uma série de ataques contra agentes das forças da ordem, estavam preparando mais atentados similares.

"Quando vasculhamos o esconderijo dos guerrilheiros encontramos mapas e a planta da casa onde vivia o fiscal adjunto de Mahatchkala, Maksud Madsúdov, assassinado na sexta -feira", indicou.

Os agentes acharam também uma planta da residência de outro alto funcionário da Polícia contra quem os rebeldes tinham previsto atacar, assim como numerosa munição e explosivos, acrescentou.

Entre os guerrilheiros mortos durante a operação especial se encontra o líder de um grupo terrorista, assim como uma mulher.

Outra mulher se entregou voluntariamente às autoridades.

Os guerrilheiros levavam consigo fuzis automáticos, pistolas e outras armas de fogo.EFE egw/fk

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG