Quatro detidos com explosivos próximo da embaixada dos EUA no Iêmen

Sana, 9 set (EFE).- A Polícia do Iêmen deteve quatro pessoas que levavam explosivos, incluindo granadas de mão, próximo da embaixada dos Estados Unidos na capital iemenita, informaram fontes oficiais.

EFE |

As detenções foram praticadas na terça-feira, explicou o Ministério do Interior em comunicado divulgado esta madrugada, no qual não se revela a identidade dos detidos nem se pertencem a algum grupo terrorista ou político.

Os quatro detidos levantaram as suspeitas das forças policiais quando se movimentavam em dois veículos próximos da sede diplomática americana, segundo a nota oficial.

Os agentes encontraram uma valise com cinco granadas de mão, assim como um rifle automático, 296 balas, 5 detonadores e 20 galões de gasolina, acrescentou o Ministério.

A fonte indicou que os quatro suspeitos procediam da região de Damag, na província noroeste de Saada, onde o Exército combate um grupo radical desde 11 de agosto.

O acesso à embaixada dos Estados Unidos em Sana foi alvo de um atentado suicida no dia 17 de setembro de 2008, com dois carros-bomba.

Morreram dezoito pessoas, incluindo os autores do atentado.

O Governo do Iêmen é um dos mais firmes aliados dos Estados Unidos na luta internacional contra o terrorismo, mas enfrenta um duro conflito na província de Saada, outro movimento separatista no sul e esporádicos atentados da Al Qaeda. EFE ja/fk

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG