Quatro americanos mortos em tentativa de resgate em iate

Quatro americanos e dois somalis morreram nesta terça-feira na tentativa de resgate de reféns mantidos em um iate capturado por piratas no oceano Índico, informou o Pentágono.

AFP |

Por volta das 06H00 GMT (03H00 Brasília), "em meio a negociações para a libertação de quatro reféns americanos, militares responderam ao fogo procedente do iate 'S/V Quest'", revelou o Pentágono.

"Após abordar o barco, os militares descobriram "que os quatro reféns tinham sido executados por seus sequestradores".Jean e Scott Adam, um casal da Califórnia que trabalhava com assistência humanitária, navegava há sete anos no "S/V Quest" e planejava visitar zonas da Índia, Djibuti e Creta.

Também foram mortos Phyllis Macay e Bob Riggle, um casal de Seattle que navegava com os Adam.Os militares mataram dois piratas e prenderam outros 13 criminosos.O "S/V Quest" tinha sido capturado na sexta-feira passada, a 240 milhas náuticas da costa de Omã, e era acompanhado há três dias por forças americanas.

A secretária americana de Estado, Hillary Clinton, condenou "firmemente o assassinato" dos cidadãos americanos e pediu aos países, principalmente da África, que contribuam na luta contra a pirataria na Somália.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, se disse "horrorizado com a morte dos quatro reféns americanos" e reafirmou que a pirataria é "algo inaceitável".Na mesma nota, Ban Ki-moon aplaudiu os "esforços da comunidade internacional para erradicar a pirataria" na costa somali e "levar os piratas à Justiça".

    Leia tudo sobre: SomáliasequestroEUA

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG