Quatro acusados do 11/9 são contrários à suspensão do processo

Quatro dos cinco homens acusados de organizar os atentados de 11 de setembro de 2001 nos Estados Unidos se opuseram nesta quarta-feira, durante uma audiência em Guantánamo, à suspensão de seu processo, pedida pelo presidente americano Barack Obama.

AFP |

Os cinco homens foram interrogados pelo juiz militar Stephen Henley, que examinava nesta quarta-feira a solicitação de suspensão dos procedimentos por 120 dias.

O considerado cérebro dos atentados, Khaled Sheikh Mohammed, exigiu que o processo continuasse, assim como Ali Abd al-Aziz, Wallid ben Attash e Mustapha Ahmed al-Hawsawi.

Somente Ramzi ben al-Shaiba, que será examinado ainda nesta semana por problemas mentais, não se opôs à suspensão do processo.

Os cinco homens podem ser condenados à pena de morte.

lum/yw/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG