Tóquio, 31 ago (EFE).- Quase a metade dos deputados eleitos do Partido Democrático (PD), vencedor do pleito de domingo no Japão, estrearão na próxima legislatura na Câmara de Representantes (Deputados), segundo se depreende dos resultados eleitorais definitivos.

Dos 308 parlamentares que conseguiu até agora o opositor PD, do total de 480 que compõem a Câmara Baixa, 143 estrearão como deputados (46,42%) contra apenas cinco da força governamental Partido Liberal-Democrata (PLD).

A média de idade dos deputados de ambas as forças políticas é também bem distinta: 49,4 anos no caso do PD e 56,6 anos para o PLD, segundo a agência local "Kyodo".

A do PD é a média de idade mais baixa de seus deputados depois dos cinco representantes conseguidos pela nova legenda Seu Partido, cuja média é de 45,8 anos.

Os liberal-democratas terão, além disso, na Câmara Baixa 46,2% de parlamentares "hereditários" (55 de um total de 119), que recebem a cadeira de um parente, frente a apenas 10,4% (32) no caso da força política vencedora.

A Câmara de Representantes japonesa terá um número recorde de parlamentares: 54 mulheres em suas bancadas ou 11,3%, das quais 40 deputadas (74%) também pertencem ao Partido Democrático liderado por Yukio Hatoyama. EFE psh/ma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.