Quase 78 mil civis fogem do último reduto da guerrilha tâmil

Nova Délhi, 22 abr (EFE).- Quase 78 mil civis conseguiram fugir do último reduto sob controle da guerrilha tâmil após a ofensiva lançada pelo Exército do Sri Lanka na segunda-feira passada, na qual pelo menos 24 guerrilheiros morreram, informou hoje uma fonte militar.

EFE |

Segundo a fonte, 24 membros da guerrilha dos Tigres de Libertação da Pátria Tâmil (LTTE) perderam a vida nos combates travados na região de Puthumathalan, no norte do Sri Lanka.

O Exército conseguiu conquistar o extremo norte da última faixa de território dominada pelos guerrilheiros, uma faixa de terra de 17 quilômetros quadrados de superfície.

A ONU calculava que até 190 mil civis estavam presos na região rebelde, enquanto o Governo situava o número em 70 mil.

A guerrilha tâmil enfrenta há mais de 20 anos o Governo do Sri Lanka com o objetivo de proclamar um Estado independente nas zonas onde sua etnia é predominante, no norte e leste do país. EFE mb/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG