Cinqüenta e oito por cento das pessoas em Nova York vão gastar menos neste ano em presentes de Natal por causa da crise e 56% consideram que suas finanças estão piores do que no ano passado, segundo pesquisa da Universidade de Quinnipiac publicada nesta quarta-feira.

"Vai ser um Natal amargo neste ano, as pessoas estão sentindo a crise econômica, comprando menos e reduzindo os gastos com as viagens de feriado", comentou o diretor da divisão de pesquisas da Universidade, Douglas Schwartz.

Já 24% acham que a situação está melhor e 19% dizem que está igual.

Somente 28% esperam que as finanças melhorem no próximo ano, enquanto 23% antecipam que as coisas vão piorar.

Os brancos são os mais pessimistas: 22% acreditam que vai melhorar, contra 37% de negros e 33% de hispânicos.

No geral, 58% dizem que vão gastar menos do que no ano passado em presentes de Natal: 49% entre os brancos, 62% de negros e 65% entre os latinos.

Por fim, 41% mudaram os planos de férias por causa da crise e decidiram permanecer na cidade.

A pesquisa foi realizada entre 18 e 23 de novembro em uma amostragem de 1.594 nova-iorquinos, com margem de erro de 2,5%.

ltl/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.