Quase 10% das principais espécies animais sob risco de extinção

Quase 10% dos mamíferos, aves, répteis, anfíbios e peixes do planeta estão em perigo de extinção em consequência das mudanças climáticas e outros fatores, segundo um estudo científico publicado nesta terça-feira na Austrália.

AFP |

O estudo, "Número de Espécies Vivas na Austrália e no Mundo", detectou que 0,9% das 1,9 milhão de espécies classificadas no mundo estão ameaçadas, incluindo 9,2% das principais espécies de vertebrados.

De acordo com o estudo de recursos biológicos financiado pelo governo australiano, o único censo mundial de animais e plantas, 20,8% dos mamíferos estão sob ameaça, assim como 12,2% das aves e 29,2% dos anfíbios.

Também são considerados ameaçados 4,8% dos répteis e 4,1% dos peixes.

"Na Austrália e em todo o mundo, a biodiversidade está sob uma crescente pressão", afirmou a secretária do departamento australiano do Meio Ambiente, Robyn Kruk.

"As pressões são onipresentes e crônicas em muitos lugares: as espécies invasivas, a perda do habitat e a mudança climática em particular", completou.

ajc/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG