Quarto acusado de ameaças contra Brown comparece à Justiça

Londres, 2 set (EFE).- Um quarto homem acusado de crimes terroristas relacionados a supostas ameaças de assassinar o primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, compareceu hoje a um tribunal e deverá permanecer em prisão preventiva.

EFE |

Muhammad Ali Mumtaz Ahmad, de 24 anos e oriundo de Blackburn (norte da Inglaterra), compareceu ao tribunal londrino de Westminster, que determinou que o acusado volte a se apresentar à mesma corte em 11 de setembro.

Ahmad, detido em 26 de agosto em Derby (centro da Inglaterra), é acusado de posse de material que pode ser utilizado em atividades terroristas.

Além de Brown, as ameaçam diziam respeito também ao ex-primeiro-ministro Tony Blair, e foram feitas em janeiro por um grupo autodenominado Al Qaeda no Reino Unido em um site que promove a jihad (guerra santa), segundo a "BBC".

Os outros três acusados neste caso - todos procedentes também de Blackburn - já foram acusados na semana passada de crimes terroristas em relação à investigação.

Trata-se de Ishaq Kanmi, de 22 anos; Abbas Iqbal, de 23 anos, e Ilyas Iqbal, de 21 nos, que compareceram na sexta-feira passada ao tribunal de Westminster, que decidiu mantê-los em prisão preventiva.

Um quinto indivíduo, de 29 anos e detido também em 26 de agosto em Derby (centro da Inglaterra), está sendo interrogado pela Polícia em relação ao suposto complô. EFE vg/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG