Quarteto para O.Médio pede acordo entre Israel e palestinos até fim do ano

Nova York, 26 setembro (EFE).- O Quarteto para o Oriente Médio (Estados Unidos, União Européia, Rússia e ONU) pediu hoje a israelenses e palestinos que façam todos os esforços necessários para que um acordo seja fechado antes do fim do ano.

EFE |

O Quarteto admitiu, ao término de uma reunião realizada em paralelo aos debates da 63ª Assembléia Geral da ONU, que tanto Israel como a Autoridade Nacional Palestina (ANP) estão promovendo "sérios e contínuos esforços" desde a cúpula realizada na cidade americana de Annapolis, há quase um ano.

"As partes fizeram esforços consideráveis" desde então, assegurou a secretária de Estado dos EUA, Condoleezza Rice, durante uma coletiva de imprensa na qual também estimou que israelenses e palestinos "estão aproximando suas posições".

O representante do Quarteto, o ex-primeiro-ministro do Reino Unido Tony Blair, desprezou as críticas de alguns países árabes sobre o grupo.

"Todos conhecemos os desafios e podemos ser negativos, mas eu decidi não sê-lo. Nos últimos sete anos estas negociações caíam um pouco mais a cada ano, e no último houve progressos", afirmou Blair.

O ex-premiê britânico acrescentou que "as partes têm agora a possibilidade de realizar mudanças substanciais".

No entanto, o Quarteto insistiu em afirmar que o processo necessita "de renovadas melhoras da situação no terreno e de progressos tangíveis na negociação", e pediu às partes que "redobrem os esforços em segurança" para assegurar que podem viver em paz.

O Quarteto para o Oriente Médio já agendou uma nova reunião internacional para os primeiros meses de 2009, em Moscou. EFE emm/fr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG