Quarenta talibãs morrem em bombardeio aéreo no Afeganistão

Cabul, 25 jul (EFE).- Pelo menos 40 supostos talibãs morreram em um bombardeio aéreo das tropas da coalizão lideradas pelos Estados Unidos no distrito de Ajristan, na província afegã de Ghazni, informou hoje uma fonte oficial.

EFE |

Segundo a fonte, citada pela agência afegã "PAN", um esconderijo da insurgência foi bombardeado nesta quinta-feira à noite, extremo que, no entanto, foi desmentido pelo porta-voz talibã Zabihullah Mujahid.

Além disso, um representante de Ajristan no conselho provincial disse que tinha ouvido o bombardeio, mas não conseguiu precisar se tinha deixado vítimas fatais, segundo a "PAN".

As tropas da Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf), sob comando da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), e as forças de segurança afegãs lançaram ontem uma ofensiva para recuperar a localidade de Ajristan, no centro do país, que tinha sido tomada pela insurgência talibã.

A operação conjunta começou com um bombardeio aéreo contra insurgentes armados com fuzis e lança-granadas, segundo um comunicado da Isaf.

A localidade tinha sido tomada por insurgentes como represália à detenção na segunda-feira passada de um líder insurgente por parte da Polícia afegã, segundo a nota, na qual informava que um número indeterminado de talibãs tinha perdido a vida. EFE nh/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG