Quadrilha mexicana aluga passaportes roubados para quem quiser entrar nos EUA

MÉXICO - Um grupo de traficantes de pessoas (coiotes) em Ciudad Juárez, cidade mexicana na fronteira com os Estados Unidos, aluga passaportes roubados àqueles que têm certa semelhança física com o dono do documento e querem atravessar a fronteira, informam hoje meios de comunicação mexicanos.

EFE |

Os interessados chegam a pagar US$ 470 pelo empréstimo do passaporte, que, uma vez concluída a travessia para o Texas, têm de ser devolvidos aos integrantes da quadrilha por uma pessoa que acompanha o imigrante.

Segundo a imprensa local, os imigrantes em potencial contatam pessoas perto da ponte internacional de Santa Fé, tiram uma foto em uma casa e a comparam com as de centenas de passaportes roubados que a quadrilha tem em seu poder em outro local.

Quando encontram alguém bastante parecido, os imigrantes alugam o documento para atravessar a fronteira, um método que "é eficaz", destaca a imprensa mexicana, segundo a qual, nos últimos meses, aumentaram os roubos de passaportes em Ciudad Juárez e nos arredores.

Dados do Instituto Nacional de Migração (INM) informam que, no norte do país, cerca de 500 mil mexicanos emigram para os EUA a cada ano.

Leia mais sobre passaporte - México - imigrantes ilegais

    Leia tudo sobre: imigrantes ilegaisméxicopassaporte

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG