Pyongyang reabre fronteira no parque industrial de Kaesong

A Coreia do Norte, que rompeu todos os contatos com a Coreia do Sul, aceitou nesta terça-feira reabrir sua fronteira aos sul-coreanos que trabalham no parque industrial de Kaesong, na fronteira entre os dois Estados, revelou um funcionário sul-coreano.

AFP |

Segundo Yoo Chang-Geun, vice-presidente do Conselho Industrial de Kaesong, os "trâmites de imigração" foram retomados à 01H00 GMT.

Pyongyang colocou na segunda-feira em estado de alerta suas tropas e suspendeu os últimos contatos em nível militar com Seul, para protestar contra manobras conjuntas de forças sul-coreanas e americanas, entre 9 e 20 de março, por considerá-las um ato prévio à invasão de seu território.

Como medida de retorsão, Pyongyang também impediu a entrada de cerca de 700 operários sul-coreanos que trabalham no complexo industrial de Kaesong, símbolo da colaboração econômica entre as duas Coreias.

Este complexo, financiado por Seul, emprega mais de 39 mil norte-coreanos por conta de 98 empresas do Sul.

Os operários do Norte recebem cerca de 60 dólares mensais e o complexo produz dezenas de milhões de dólares ao ano em bens manufaturados, como roupas, sapatos e utensílios domésticos, entre outros.

jkw/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG