Pyongyang pede que negociadores de desnuclearização cumpram acordo

Seul, 4 jul (EFE).- A Coréia do Norte assegurou hoje que desmantelou 80% de sua usina nuclear de Yongbyon, mas só recebeu 40% das compensações prometidas pelos membros do diálogo nuclear de seis lados.

EFE |

Em comunicado, o Ministério de Exteriores norte-coreano pediu o cumprimento do acordo por parte dos outros membros das negociações de seis lados (Coréia do Sul, EUA, China, Japão e Rússia), para avançar em sua desnuclearização, informou a agência sul-coreana "Yonhap".

"Pedimos o princípio de ação e reação", indicou um porta-voz da diplomacia norte-coreana nesse comunicado.

"Todos os países participantes deverão cumprir suas obrigações de forma correta para darmos o próximo passo", acrescentou o porta-voz.

O porta-voz lembrou que a Coréia do Norte já entregou o inventário nuclear e destruiu a torre de esfriamento de Yongbyon, ato simbólico de seu compromisso com o processo de desmantelamento nuclear.

"Estamos dispostos a cooperar a fim de verificar a negociação nuclear, mas nos mantemos no princípio básico de ação e reação", insistiu.

Pelo acordo assinado nas negociações de seis lados em 3 de outubro de 2007 em Pequim, a Coréia do Norte se comprometeu a desmantelar suas instalações nucleares e apresentar um inventário de seus programas atômicos em troca de recompensas econômicas e políticas.

Todos os negociadores, exceto o Japão, se comprometeram a entregar à Coréia do Norte um milhão de toneladas de petróleo pesado e de equipamento energético.

O Japão quer resolver antes a questão de seus cidadãos seqüestrados na década de 70 pelo regime norte-coreano. EFE ce/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG