Pyongyang acusa Seul de aumentar tensão na região

Seul, 18 jun (EFE).- O Governo da Coreia do Norte acusou hoje seu vizinho do Sul de aumentar a tensão na península coreana mais que nunca, segundo o diário Rodong Sinmun, órgão oficial do Partido dos Trabalhadores norte-coreano.

EFE |

O jornal, citado pela agência sul-coreana "Yonhap", qualifica de "manobras calculadas" as recentes visitas das autoridades sul-coreanas para encorajar os soldados na fronteira e critica as manobras militares realizadas por Seul.

Estes movimentos representam outra "grave provocação militar" contra o país comunista e têm como objetivo intensificar a tensão na península, assegura o "Rodong Sinmun".

As críticas da Coreia do Norte acontecem dois dias depois de o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e seu colega sul-coreano, Lee Myung-bak, lançarem em Washington uma dura crítica contra o regime de Pyongyang, assegurando que não haverá compensações diante das provocações norte-coreanas.

Hoje, o Ministério da Defesa sul-coreano indicou que um navio do país realizou na terça-feira passada uma série de advertências a um navio militar norte-coreano por ter se aproximado da fronteira marítima entre as duas Coreias no Mar do Leste (Mar do Japão).

A patrulha norte-coreana se retirou após os avisos sem atravessar a divisa conhecida como NLL. EFE ce/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG