Putin nega que Rússia tenha ambições imperialistas

Moscou, 11 set (EFE).- O primeiro-ministro da Rússia, Vladimir Putin, negou hoje que seu país tenha ambições imperialistas e que atente contra a soberania das repúblicas que fizeram parte da extinta União Soviética.

EFE |

"Não temos nem teremos as ambições imperialistas pelas quais querem nos acusar", disse Putin em Sochi, balneário no Mar Negro, durante um encontro com no clube internacional de debates Valdai, segundo a agência russa "Itar-Tass".

O chefe do Governo lembrou que foi a Rússia que promoveu o fim da União Soviética e que, se não fosse ela, "a URSS existiria atpe hoje".

"Tomamos essa decisão há muito tempo e não temos desejo nem motivos para atentar contra a soberania das antigas repúblicas da URSS", frisou Putin. EFE bsi/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG