Roma, 18 abr (EFE) - O presidente russo, Vladimir Putin, disse hoje que não há uma palavra de verdade nas notícias divulgadas na imprensa russa sobre um relacionamento com a jovem campeã de ginástica rítmica e atual deputada Alina Kabaeva. É verdade que está se divorciando (de sua esposa, Ludmila)?, perguntou hoje uma jornalista russa durante a entrevista coletiva conjunta oferecida com Silvio Berlusconi em Vila Certosa, residência que o futuro presidente do Governo italiano tem em Costa Smeralda (Sardenha). O ambiente descontraído no qual se desenvolvia a entrevista coletiva ficou tenso por um momento. Putin mudou de expressão, assim como Berlusconi, mas o presidente russo não hesitou e disse: Só respondo a perguntas sérias, e acrescentou que não há uma palavra de verdade na matéria. O chefe de Estado russo acrescentou: Os políticos vivem em uma casa de vidro e é justo que todos saibam como vivem, mas existem limites e existe uma vida privada, na qual não permito que ninguém interfira. Tem que haver respeito.

Putin disse também que na imprensa se fala muito de que gosta de belas jovens russas e ressaltou: "Acho que não é surpresa se digo que é claro que gosto de todas as mulheres russas, as mulheres russas são as mais belas do mundo".

E, em um gesto de cortesia, acrescentou: "Só as italianas podem concorrer com elas".

Para minimizar e dissolver a tensão, Berlusconi usou de uma de suas brincadeiras e, após apontar a jornalista russa fazendo com a mão o gesto de um fuzil, disse a Putin: "Se quer uma mudança entre a imprensa italiana e a russa, eu me encarrego". EFE jl/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.