Putin ganha mais que seu chefe Medvedev na Rússia

MOSCOU (Reuters) - O primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, recebe 11 por cento a mais que seu chefe, o presidente Dmitry Medvedev, de acordo com declarações de bens divulgadas nesta segunda-feira por um levantamento anti-corrupção do Kremlin. Medvedev, que ordenou a divulgação dos números, é tecnicamente o homem mais poderoso da Rússia, mas há muito tempo observadores alegam que o ex-presidente Putin é quem realmente está no poder.

Reuters |

Em 2008, Putin recebeu 137.700 dólares, 11 por cento a mais que os 124.000 dólares declarados por Medvedev, revelou comunicado postado em seus respectivos sites na Internet.

Ambos recebem mais de 18 vezes a média de rendimento anual dos russos.

As declarações foram as primeiras sob uma nova lei anti-corrupção, adotada por Medvedev em dezembro e que exige que altas autoridades façam declarações anuais de rendimento familiar e propriedade.

A corrupção é um meio de vida para muitos russos em todos os níveis na sociedade --de pequenos subornos pagos a guardas de trânsito ou comissões dadas a altas autoridades que controlam as riquezas naturais do país.

Vários líderes no Kremlin tentaram, sem sucesso, erradicar este problema.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG