Putin felicita muçulmanos por causa do fim do Ramadã

Moscou, 20 set (EFE).- O primeiro-ministro da Rússia, Vladimir Putin, felicitou hoje os muçulmanos do país por ocasião do Uraz-Bairam, como se denomina em tártaro a festa do Eid ul-Fitr, que encerram o mês de jejum do Ramadã.

EFE |

"As tradições do Islã são parte inalienável do riquíssimo legado cultural e espiritual de nossa pátria multinacional", disse o chefe do Governo em mensagem ao Conselho de Muftis da Rússia, reproduzido pelas agências russas.

Putin destacou que a festa "une os crentes em torno dos valores morais imperecíveis e aos ideais humanistas".

"A pregação do bem, a misericórdia e a caridade fazem parte da prática cotidiana dos grupamentos muçulmanos", disse Putin.

Segundo o primeiro-ministro russo, "a voz da comunidade muçulmana tem uma grande importância para reforçar a ideia da tolerância religiosa, resistir ao extremismo e fortalecer as posições da Rússia no mundo islâmico".

O Uraz Bairam é celebrado pelos cerca de 20 milhões de muçulmanos que vivem na Rússia, fundamentalmente na região do Cáucaso Norte, e nas repúblicas de Tartária e Bashkortostão.

Milhares de muçulmanos se reuniram esta manhã na Mesquita Maior de Moscou, uma das mais de 7.000 que há em toda a Rússia, para celebrar a festividade religiosa.

A Prefeitura da capital russa desdobrou um grande contingente policial em torno ao templo para garantir a segurança durante as celebrações. EFE bsi/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG