Putin diz que conta com Obama para impulsionar relação bilateral

Moscou, 7 jul (EFE).- O primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, disse hoje em um café-da-manhã de trabalho ao presidente americano, Barack Obama, que conta com ele para relançar as relações entre os dois países, após as tensões dos últimos anos.

EFE |

"A seu nome vinculamos as esperanças para o desenvolvimento das relações russo-americanas", disse Putin a Obama, que na segunda-feira assinou junto ao presidente russo, Dmitri Medvedev, uma série de acordos, entre eles uma espécie de guia para um tratado de desarmamento nuclear.

"Pressinto que será uma conversa muito interessante", disse Obama sobre o encontro que terá com o primeiro-ministro e ex-presidente russo, que ainda conserva boa parte do poder em seu país e que foi criticado pelo líder americano na semana passada.

"Sei do magnífico trabalho que o senhor fez em prol do povo russo em seu anterior cargo de presidente e faz agora como primeiro-ministro", afirmou Obama.

Obama chegou pouco antes das 9h (2h, Brasília) à dacha (casa de veraneio típica russa) em Moscou do primeiro-ministro.

Após o encontro com Putin, de uma hora e meia de duração prevista, Obama se reunirá brevemente com Mikhail Gorbachov, que comandou o desmantelamento do regime comunista na União Soviética.

O grande evento da agenda do presidente americano hoje será a leitura de um discurso na Nova Escola de Economia, em que se espera que desenhe um panorama de como percebe as relações entre EUA e Rússia no século XXI.

A Casa Branca indicou que esse discurso é o terceiro de uma série de quatro em que Obama expõe sua política externa.

Esta tarde em Moscou, o presidente dos EUA, que viajará à Itália amanhã, deve manter uma série de reuniões com empresários e membros da oposição russa. EFE mv/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG