A Rússia não tem ambições imperialistas nem a intenção de violar a soberania de seus vizinhos e ex-sócios da União Soviética, declarou nesta quinta-feira o primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, diante da preocupação de países como a Ucrânia após o conflito na Geórgia.

"Não temos nem teremos nenhum tipo de ambições imperialistas das quais somos acusados", disse Putin, citado pelas agências russas.

"Não temos nenhum desejo de infringir a soberania das ex-repúblicas soviéticas", acrescentou o primeiro-ministro e o ex-presidente russo (2000-2008) durante os debates de um grupo de reflexão organizado pelo Kremlin em Sochi (sul da Rússia).

dt/lm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.