crime provisão de armas ucranianas à Geórgia - Mundo - iG" /

Putin chama de crime provisão de armas ucranianas à Geórgia

Moscou, 2 out (EFE).- O primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, qualificou hoje de crime a provisão de armas ucranianas à Geórgia durante a guerra no Cáucaso em que a Rússia disputou o controle da região separatista da Ossétia do Sul.

EFE |

"A provisão ter acontecido durante as ações militares e ter sido administrada por especialistas ucranianos é um crime", assinalou Putin em coletiva de imprensa junto à primeira-ministra da Ucrânia, Yulia Timoshenko.

"Que crime pode ser maior que fornecer armas em uma zona de conflito?", questionou Putin, segundo a agência "Interfax".

"A provisão de armas pode se entender como um assunto comercial.

Mas quando as equipes militares utilizam para matar soldados em zonas de conflito, neste caso soldados russos, esse é um sinal", disse.

Putin ressaltou que a Rússia "não sabe quem tomou a decisão de fornecer armamento ucraniano durante o conflito. Mas, seja quem for, cometeu um grave erro".

"Há alguns anos não teria passado pela cabeça de ninguém que russos e ucranianos combateriam uns contra outros. Porém, isso ocorreu e é um crime", apontou.

Timoshenko defendeu a criação de uma comissão para investigar a provisão de armamento ucraniano a Tbilisi a um preço abaixo do mercado. EFE io/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG