Uma equipe de televisão que filmava tigres na Rússia diz ter sido salva pelo primeiro-ministro do país, Vladimir Putin. O premiê acompanhava o trabalho dos jornalistas, no domingo, em uma reserva animal no leste do país, quando uma tigresa se soltou e avançou em direção ao grupo.

Agências de notícias locais dizem que Putin atirou no animal com um tranqüilizante, sedando a fera na hora.

A diretora da equipe disse que os jornalistas estavam perto da tigresa quando ela se soltou. "Um milagre nos salvou", afirmou Violetta Sergeyeva. A intervenção de Putin, que teria sido um ato heróico do primeiro-ministro, não chegou a ser filmada.

Após sedar a tigresa, Putin ajudou os cientistas a recolher os dados do animal, que pode pesar até 450 quilos e medir três metros.

A reserva natural russa de Ussurisky atua na preservação dos tigres de Amur, que já estiveram perto da extinção. Hoje, a população da espécie atingiu o nível recorde dos últimos cem anos.

Leia mais sobre Putin

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.