Províncias argentinas voltam a ser abaladas por tremores

Buenos Aires, 28 fev (EFE).- As províncias de Mendoza e Salta, na Argentina, foram abaladas hoje por quatro terremotos de baixa e média intensidades, sem que por enquanto se tenha notícia de danos ou vítimas.

EFE |

Em Mendoza, a mil quilômetros a oeste de Buenos Aires e na fronteira com o Chile, o primeiro sismo, às 5h15 (Brasília), teve 4,9 graus na escala Richter. Seu epicentro foi 100 quilômetros ao sul da capital provincial.

Duas horas depois se registrou outro, de 3,3 graus na mesma escala, com epicentro 70 quilômetros a sudoeste da capital.

Mendoza foi uma das províncias argentinas em que mais se sentiu o terremoto que atingiu no sábado o Chile e deixou ao menos 300 mortos.

Em Salta, o primeiro sismo, registrado às 4h10, teve intensidade de 3,3 graus e epicentro 20 quilômetros a sudoeste da capital.

Três horas depois, a mesma zona foi epicentro de outro sismo, de 4,4 graus.

Na província de Salta, situada a 1.400 quilômetros de Buenos Aires, duas pessoas morreram e outras duas ficaram feridas em consequência de um terremoto de 6,1 graus também no sábado.

O tremor, que segundo especialistas não teve relação com o poderoso terremoto do Chile, também foi sentido nas províncias de Tucumán e Jujuy. EFE cw/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG