Um disparo de míssil, provavelmente americano, matou sete rebeldes numa zona tribual do noroeste do Paquistão considerada um reduto dos islamitas talibãs, indicaram nesta quarta-feira chefes de segurança paquistaneses.

"O míssil atingiu um veículo utilizados pelos insurgentes estrangeiros num setor de Makeen, na zona tribal do Waziristão do Sul", reduto dos talibãs e também, segundo os serviços de inteligência, de combatentes da Al-Qaeda.

As autoridades paquistanesas classificam de "estrangeiros" os combatentes da Al-Qaeda em seu território.

Fragmentos de mísseis disparados por um 'drone' (avião sem piloto) foram encontrados na área. Esse tipo de aparelho, o 'drone' Predator, é de utilização da CIA ou do exército americano que operam no Afeganistão.

Quase 350 pessoas morreram em consequência desses disparos, tantos rebeldes como civis.

str-jaf/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.