Protestos na Caxemira indiana já deixaram três vítimas fatais

Nova Délhi, 25 jun (EFE).- Dois jovens morreram hoje e 75 pessoas ficaram feridas em confrontos entre manifestantes e a Polícia na região da Caxemira indiana, por isso o número de vítimas fatais subiu para três desde o início dos protestos contra uma atribução de terras há dois dias.

EFE |

Segundo uma fonte oficial citada pela agência "PTI", Farooq Ahmad Rather, de 21 anos, morreu quando os agentes atiraram contra uma multidão que fazia uma manifestação no distrito de Budgam e foi atingido por uma bala perdida enquanto estava em casa.

Outro jovem morreu devido aos disparos da Polícia na capital da região, Srinagar.

Os protestos, que começaram nesta cidade e em vários pontos do vale da Caxemira, se estenderam a novos distritos, e os enfrentamentos com a Polícia deixaram hoje 75 feridos, entre eles 18 agentes.

Os aldeões protestam contra a atribução de terrenos florestais a um organismo que promove peregrinações hindus na Caxemira. EFE amp/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG