Nova Délhi, 25 jun (EFE).- Dois jovens morreram hoje e 75 pessoas ficaram feridas em confrontos entre manifestantes e a Polícia na região da Caxemira indiana, por isso o número de vítimas fatais subiu para três desde o início dos protestos contra uma atribução de terras há dois dias.

Segundo uma fonte oficial citada pela agência "PTI", Farooq Ahmad Rather, de 21 anos, morreu quando os agentes atiraram contra uma multidão que fazia uma manifestação no distrito de Budgam e foi atingido por uma bala perdida enquanto estava em casa.

Outro jovem morreu devido aos disparos da Polícia na capital da região, Srinagar.

Os protestos, que começaram nesta cidade e em vários pontos do vale da Caxemira, se estenderam a novos distritos, e os enfrentamentos com a Polícia deixaram hoje 75 feridos, entre eles 18 agentes.

Os aldeões protestam contra a atribução de terrenos florestais a um organismo que promove peregrinações hindus na Caxemira. EFE amp/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.