Milhares de manifestantes protestaram neste sábado diante da Casa Branca, em Washington, contra a ofensiva israelense na Faixa de Gaza, constatou a AFP no local.

"Há muitos jovens. Temos a sensação de que é a maior manifestação em defesa dos palestinos já realizada nos Estados Unidos", afirmou Eugene Puryear, um dos coordenadores do protesto, estimando a presença de 10 mil pessoas.

Os manifestantes, muitos com keffiyehs ou capuzes iguais aos da resistência palestina, se reuniram durante a tarde no Parque Lafayette, diante da Casa Branca.


Em seguida, o grupo seguiu para a sede do Washington Post para protestar, segundo Puryear, contra a "linha editorial pró-israelense" do jornal, antes de seguir para o prédio do fabricante de armamentos Lockeed Martin.

"Estou aqui porque crianças palestinas inocentes morrem diariamente. O povo americano precisa saber a verdade", disse Razan Ali, de 13 anos, um palestino-americano que veio de ônibus de Nova York.

Segundo os serviços palestinos de socorro, a ofensiva israelense contra a Faixa de Gaza já matou 854 palestinos, incluindo 270 crianças. Os ataques deixaram ainda 3.490 feridos, sendo centenas de mulheres e crianças.

Leia mais sobre: Faixa de Gaza

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.